Skip Navigation LinksMy Argus / News / News Story

Printer friendly

Importadoras começam a reduzir tancagem

12 Mar 2018 22:36 GMT
Importadoras começam a reduzir tancagem

Rio de Janeiro, 12 March (Argus) — Comercializadoras de combustíveis importados iniciam um movimento de desinvestimento em espaços de tancagem no Brasil, em meio ao clima de incerteza provocado pelo impacto da política de preços da Petrobras para a gasolina e o diesel vendidos nas refinarias, de acordo com agentes envolvidos na cadeia de distribuição. O desengajamento das tradings tem como objetivo eliminar custos com tanques ociosos em diferentes portos no país, reflexo da imprevisibilidade em relação à demanda por combustíveis.

Sergio Araujo, presidente da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom), confirmou que algumas companhias estudam as tratativas para a devolução de tanques. "Estamos em um ambiente de insegurança. Por não sabermos se haverá ou não demanda, algumas empresas estão de fato considerando devolver tanques", disse em entrevista à Argus.

Segundo Araujo, ao menos um projeto de expansão foi cancelado no porto de Santos por conta da atual incerteza para o setor. Embora não tenha aberto detalhes, o presidente da Abicom disse que a dinâmica de redução de espaço de tancagem deve ganhar força nos próximos meses caso o cenário permaneça o mesmo.

"As devoluções já saíram da fase da possibilidade e estão sendo levadas a sério em vários locais. Muitos projetos que estavam na fase de licenciamento ou em negociação foram adiados ou cancelados", disse um trader baseado em São Paulo. "Quando as regras não estão claras, não há investimento. Se não houver nenhuma mudança até o meio do ano, muitos players irão devolver estes espaços", completou.

Associados da Abicom relataram diminuição nos desembarques de fevereiro em relação a janeiro e aos últimos três meses de 2017, de acordo com Araújo, que também prevê um volume menor para março.

No início do mês, a capacidade de tancagem ociosa – combinada aos preços atrativos do mercado spot no estado de São Paulo - resultou na primeira importação de etanol hidratado dos Estados Unidos para o porto de Santos, em uma tentativa de aproveitar os investimentos nesses espaços.

5520648