Consórcios refletem mercado de combustíveis em mutação no Brasil

Author Lara Leal, Market Reporter

A expectativa pelo fim do monopólio da Petrobras no mercado brasileiro de refino tem levado cada vez mais distribuidoras de combustíveis do país a reunirem-se em consórcios para participar dos leilões de arrendamento de terminais de tancagem dos portos brasileiros.

As parcerias das distribuidoras na concessão de ativos públicos nos portos brasileiros em 2019 antecipam um mercado com competição acirrada, em que uma infraestrutura eficiente será decisiva. Ao se unirem em consórcios, as distribuidoras dividem os custos de expansão das infraestruturas portuárias, além de ampliar o alcance geográfico das tancagens. 

Capacidade de tancagem concentra-se no Nordeste e Sudeste - Um levantamento realizado pela Argus no final de 2019 apontava a existência de pelo menos 1.550 tanques distribuídos em 27 portos do país, capazes de armazenar mais de 6,2 milhões de m3 de combustíveis claros. Deste montante, mais da metade - ou 53,2pc - são de uso privado, com 2,372 milhões de m3 nas mãos da Transpetro, o que corresponde a pouco mais de 38pc do total do mercado. Investimentos em expansão estão em andamento e devem ampliar o volume total do país em cerca de 10pc nos próximos anos.  

As cargas que chegam ao país encontram na região Sudeste a maior oferta de tancagem disponível, com capacidade para receber 2,317 milhões de m3 de combustíveis.  Mas este quadro deve mudar diante dos investimentos em andamento em terminais da região Nordeste, que deverá se tornar a maior porta de entrada de combustíveis do país com a entrada em operação de expansões projetadas que permitirão a região receber 2,541 milhões de m³ de combustíveis. O Nordeste já é lider em número de terminais em operação, com 24 unidades, a frente do Sudeste, com 17.   

Baixe nosso mapa exclusivo de terminais de combustíveis em portos brasileiros e descubra as tancagens disponíveis.

Movimentações em consórcios - No ano passado, três áreas de movimentação de combustíveis do Porto de Cabedelo (PB) foram arrendadas, após licitação da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), pelo Consórcio Nordeste (BR, Raízen e Ipiranga). No mesmo ano, o Consórcio Navegantes (BR, Raízen e Ipiranga) foi formado no Porto de Vitória (ES) e uma das cinco áreas leiloadas em Belém (PA) foi arrendada pelo Consórcio Latitude (Raízen e Ipiranga). 

A consolidação de ativos de tancagem portuária pelas distribuidoras ocorre em meio a uma diversificação de suas fontes de suprimento a favor das importações. A participação do volume de diesel importado pelas distribuidoras no total do volume comercializado no Brasil subiu de 7,7pc para 11pc entre o ano de 2018 e o período entre janeiro e outubro de 2019, de acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) analisados pela Argus. 

Estão previstos novos leilões de arrendamento de terminais de granéis líquidos em 2020. Um dos projetos em andamento é o STS08, do Porto de Santos, que deverá ser encaminhado para consulta pública após a conclusão dos estudos iniciais. A área é, em parte, operada pela Transpetro. Além disso, leilões de quatro terminais de granéis líquidos estão previstos para o segundo trimestre de 2020 em Itaqui (MA). 

Acesse preços exclusivos de gasolina e diesel importados entregues no Brasil com nosso serviço diário Argus Brasil Combustíveis.

Comments

Deixe uma resposta

Required
Insira o seu nome
O nome não está correto (apenas letras são permitidas)

Related blog posts

11 fevereiro 2020

Ask no questions, tell no lies

Juan Guaido is finally returning to Caracas today, with a vow to dislodge the “usurper” so he and his team of exiles can Make Venezuela Great Again.

Filter:

Petróleo Inglês América Latina e Caribe Gás natural/GNL América do Norte Derivados de petróleo

11 fevereiro 2020

The early impacts of IMO 2020 in the Americas

One month has passed since IMO 2020 came into effect, directing oceangoing vessels to switch from heavy bunker fuel to the cleaner 0.5% very low sulphur fuel oil (VLSFO). Listen to our latest podcast to learn how the US shipping industry has reacted to the mandates.

Filter:

Derivados de petróleo América do Norte Inglês Petróleo Emissões Frete e Transporte

06 fevereiro 2020

Politics put oil back in play

US election-year politics are again raising warning bells among the US oil and gas industry, according to speakers at the Argus Americas Crude Summit.

Filter:

Petróleo América do Norte Derivados de petróleo